2. C (conversa com Pedro Andrade)

click Por António Cerveira Pinto

source — O adiamento de última hora da segunda conversa sobre a Segunda Cidade produziu um efeito inesperado: um dos convidados para esta este City Lab—Pedro Andrade—acabaria por aparecer na Livraria Sá da Costa-Editora, na Praça de Camões, produzindo uma extensa apresentação especialmente frutuosa do seu trabalho mais recente.

source site Se me pedissem um resumo do que o Pedro nos disse (estivemos presentes nesta conversa, eu a Luísa Moreira e a Teresa Boeiro) diria que os seus quatro últimos livros publicados (1), sobre os quais versou a sua comunicação, constituem, ou podem constituir, as fundações sociológicas da Segunda Cidade.

http://theeasybreezyway.com/?parkyw=un-hombre-solo-jorge-o%D0%93%C2%B1ate&0f1=30 Em si mesmo, este corpo teórico deveria desde já constituir-se como a Unidade Sociológica do Acelerador de Partículas Criativas do City Lab da Segunda Cidade, cuja missão é produzir um protótipo híbrido, simultaneamente conceptual, informático, intuitivo, visual, material/imaterial, e literário da Segunda Cidade.

www nrgbinary com Ocorreu-me depois de folhear os três “livros experimentais” de Pedro de Andrade e de ler os seus esclarecedores “Resumos Conceptuais”, que talvez pudessemos começar por instaurar uma metáfora central a partir da qual se começaria a imaginar e construir a Segunda Cidade.

LIS cidade inclusiva, museu vivo e virtual

http://www.mykinderday.com/?tyuiw=site-de-rencontre-ressemblant-a-badoo&6e4=f4 — sistema integrado de navegação para residentes permanentes e ocasionais baseado numa cartografia dos sentidos e dos afetos.

senioren partnervermittlung österreich Os dois primeiros percurso psicogeográficos:

https://mummiesclub.co.uk/bilbord/3649 A) LISBOA TURISMO 3.0 — monumentos, recantos e vistas de Lisboa—uma nova carta turística interativa baseada em sistemas de informação e cartas de sentido (narrativas, memórias e afetos).

follow site Cartas de sentido refere-se à proposta epistemológica seminal de René Thom [Prédire n’est pas expliquer], cuja filiação se encontra nas Cartes de Tendre.

http://surfscooter.com/?maska=paginas-solteros-mexico&24a=02 A ideia de uma cidade inclusiva, na aceção tomada pela Segunda Cidade decorre de um conversa que tive com o Rudolfo Quintas sobre o seu extraordinário trabalho com invisuais. Imagino que poderíamos criar uma unidade no Acelerador de Partícula do City Lab especialente dedicado aos invisuais—um Mapa de Lisboa para Cegos. Como se imagina, nesta fase de imaginação e protótipo, o importante é gerar construções heurísticas fortes, que permitam gerar a empatia da comunidade, nomeadamente dos empresários e instituições

site de rencontre femmes syriennes B) POST ART — museus e galerias, institucionais e alternativos, reais e virtuais, da cidade de Lisboa.

bance europee quale fanno traiding sula borse americane ed mondo Espero que esta conversa e os seus resultados contribuam para implementarmos rapidamente o City Lab (2).

  1. ANDRADE, Pedro. Sociologia Semântico-Lógica. Da Web 2.0/3.0 na Sociedade da Investigação. Significados e discursos quotidianos em blogues, wikis, mundos/museus virtuais e redes semântico-lógicas. Livro experimental nº1. 2011
    ANDRADE, Pedro. Novas Autorias/ Leitorias/ Actorias. Escrita comum, literacias híbridas e anti-vigilâncias na web 2.0/3.0. Livro experimental nº2. 2011
    ANDRADE, Pedro. Novela Geoneológica nº1. Um caso de literatura transmediática/ primeira novela da Web 3.0. Livro experimental nº3. 2011
    ANDRADE, Pedro. Austerity (Hi)story Through Sociological Comics: A Guide to Social Media and Networks Against Austeritocracy For Use By All Generations. 2016
  2. Se algum de vós conhecer um espaço disponível até ao fim deste ano, de preferência a custo zero, ou muito barato (200€/mês), para instalar o City Lab, agradeço que me diga.

You must log in to post a comment.